Páginas

segunda-feira, 8 de abril de 2013

E AI GOVERNADOR? VAI CONTINUAR SENDO OMISSO COM A CIDADE QUE O ELEGEU?
 
SERGIO CABRAL GOVERNA O RIO DE JANEIRO COM ABANDONO TOTAL! SEU NEGÓCIO É BRASÍLIA E MOSTRAR SERVIÇO...MAS QUE SERVIÇO? AS RUAS MANCHADAS DE SANGUE?
 
 
É, o Rio de Janeiro continua lindo! Mas e daí? Sua beleza não atribui mérito algum ao homem, veio de presente com a natureza, mas o que existe por trás de toda essa beleza é muito triste! Existe um imenso descaso, um abandono absoluto e as noites na cidade maravilhosa, mais lembram um filme de terror, que a mera ilusão de uma cidade segura...
Ruas imundas, esburacadas, lixos abertos, crianças abandonadas ou fazendo malabarismos nos sinais para não morrer de fome, entregues a própria sorte, ou então usando drogas, sem nenhuma cerimônia, certas da impunidade ou da misericórdia, adultos fragilizados dormindo pelas ruas, alguns embrulhados em panos imundos, ou em jornais ou mesmo mortos de frio ao relento... Sinais de trânsito, totalmente abandonados, em que a insegurança demonstra o descaso, sem nenhum policiamento, nos expondo a assaltos frequentes, alguns fatais, outros apenas traumatizantes... Ruas sem iluminação adequada, parecendo mais o túnel do terror, como se a qualquer instante fossemos surpreendidos com um ataque, sabe-se de que lado... e a quem reclamar? Nas delegacias? A criminalidade é banalizada e ao invés das autoridades competentes se mobilizarem para amparo, somos submetidos a risadinhas e deboches, como se fosse normal sermos atacados e como se fosse um absurdo fazer a devida queixa... Reclamar que seu carro foi roubado é tão banal como perguntar as horas a uma pessoa... A corrupção é tão grande e assustadora, que ao sermos parados numa Blitz policial, temos o mesmo temor ao sermos assaltados por bandidos, porque nada que uma nota de R$50,00 não resolva... Temos o exemplo, não muito distante do filho de Cissa Guimarães, em que os policiais deram cobertura ao rapaz que o atropelou.
 
ESSAS SÃO CENAS FREQUENTES DO ENGODO DA NOSSA CIDADE
 
 
 
Ao transitarmos pelas ruas, nos desviamos de cenas como essa, crianças se drogando livremente, como se fossem um lixo a nossa frente...Esquecemos que são apenas crianças, perdidas, abandonadas e que elas farão parte do futuro que estamos deixando para nossos filhos e netos... Esquecemos de cobrar do governo que está todo errado, que tomem providências justas, lembrando que essas mesmas crianças são as maiores vítimas de um sistema e uma sociedade que ignora sua existência como seres humanos...Criança usando droga é omissão criminosa... 
Nosso governo se preocupa apenas com a maquiagem, mas a bomba está crescendo com uma velocidade enorme e fora de controle, portanto ignorar esses fatos, apenas aumenta a revolta e a criminalidade. É um preço alto demais para fazer de nossa cidade um degrau para chegar a Brasília. Ao contrário, devia tirar a poeira escondida embaixo do tapete e encarar nossa devassidão, com o apoio dos cariocas e tentar mudar, mas mudar de verdade, ai sim, estaríamos prontos para receber o mundo numa Copa ou para realizar as Olimpíadas... Fora isso, é loucura e vaidade sem respaldo. Outra  maquiagem?
A que preço? Enjaulando as crianças de rua como bichos? Os mendingos como restos podres humanos?
Apenas quando uma desgraça vaza na imprensa   é que o mundo se volta à essa imensa covardia que é o governo de nosso Estado, apenas quando uma estrangeira é estuprada e roubada violentamente e as manchetes ultrapassam as fronteiras é que se dão conta de nosso abandono. Abandono consciente, cruel, criminoso...
E o caso da engenheira que seu carro sumiu num canal da Barra e seu corpo também? Exatamente no local onde havia uma viatura policial. Onde estavam esses policiais? Por que a sociedade se cala? Por que não cobramos respostas e atitudes? Que mundo é esse? Será o início do Apocalipse? Será que presenciar a dor alheia não nos basta? Teremos que sentir na nossa própria pele? Esperar a nossa vez na roleta russa do descaso? Que código penal é esse de nossa Constituição? O goleiro Bruno sequestra, arma todo um esquema de emboscada para sua amante, esquatejam seu corpo, dão para cães comerem e recebe uma pena branda, que com bom comportamento em 3 ou 5 anos estaremos cruzando com ele pelas ruas... E o caso de Daniela Perez que Guilherme de Pádua e sua mulher Paula deram 22 tesouradas matando-a e hoje são livres? Não, eles não pagaram sua dívida com a sociedade, nosso código penal é injusto e benevolente, mas antes de tudo, errado... E os ladrões e estupradores de vans? Onde já se viu bandidos milicianos, circularem livremente pela cidade estuprando e roubando pessoas que entram em suas vans, enganadas, pensando que estão utilizando um transporte licenciado? O governo do Estado, é sim, responsável por isso. Nos param na Lei Seca mas passam a mão na cabeça desses marginais? E o esquema armado de assaltos nos aeroportos? E a polícia 80% corrupta? Por que não existe um pulso justiceiro e forte para conter essa avalanche de crimes partindo da própria corporação que deveria nos proteger e não nos roubar? Aonde está o justiceiro dessa cidade? Que de maravilhosa só a beleza e o folclóre? E a UPP de Manguinhos que assassinou um rapaz inocente? Estão todos preocupados em encher o bolso, porque o poder manipula a realidade, se esquecem que amanhã, seus filhos ou netos podem ser as vítimas dessa sede de ambição desmedida e injusta!
 




Acima temos as imagens da orla, uma imagem encantadora, mas ilusória e enganadora... Abaixo temos o quadro dos mendicantes, quadro comum e banal em nossas ruas, alguns pobres coitados, esquecidos do mundo e errantes, outros marginais soltos e livres... Abaixo, os estupradores das vans, que provavelmente logo estarão livres e praticando seus crimes de novo... e abaixo a imagem da cidade maravilhosa, judiada, abandonada e linda por natureza!
Não sou pessimistas, sou uma cidadã, que paga seus impostos, revoltada, que é parada na lei seca, que já foi assaltada, que já teve seu carro roubado e que ama sua cidade! Que já passou por todas as alegrias de uma carioca e dissabores também. Mas que é impotente e não vou, dentro de minha pequenez, ajudar a maquiá-la, vou sim, denunciar, clamar e apontar, mesmo que solitária, seus erros e chorar, toda vez que sou obrigada e escutar ou ver as barbaridades pelas quais seus cidadãos são obrigados a conviver...
 
ESSE VÍDEO TEM UMA PEQUENA PARTE DE NOSSA REALIDADE E DE NOSSA IMPUNIDADE!
 
video
 
 
" F  I  M "
 

Nenhum comentário:

AGRADECIMENTOS:

Contribuição e composição visual do blog anabiavaz@gmail.com