Páginas

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

CASA DOS SEGREDOS RECEBE INTERFERÊNCIA DE PAIS DOS CONCORRENTES E INFLUENCIA O JOGO PREJUDICANDO SOFIA...


 Ontem, Diogo recebeu a visita de sua mãe, que entrou na casa e lhe disse abertamente para ele não se iludir com Sofia e ficar com Maria Joana, a concorrente mais sem sal que já houve num realytie... Além de interferir no encantamento dos dois, ela ceifou o que havia de mais interessante entre eles, que vem a ser a novidade e a descoberta no conhecimento de ambos em seu dia a dia... Quebrou, acabou...E por que? Por que ela, a mãe, julga que Maria Joana é melhor que Sofia? Eu lhes digo... PRECONCEITO, porque Sofia tem uma filha e isso pode sobrecarregar seu filhinho... Esquece ela que Sofia poderia, se apaixonada fosse, ou ficasse, fazer Diogo muito feliz, porque é nítida a química e a pele que os atrai... Será que ela sabe o que é isso? O que significa tesão? Pele? Eletricidade? Ou será que o que importa é apenas o bebê de Sofia? Ou será que ela pensa que Maria Joana é virgem? E se fosse? Isso a faria uma pessoa melhor? Em que ano e século estamos? Acorda Portugal...


Esse anjinho não pode prejudicar ninguém, pelo contrário, ela pode colorir a aproximação deles e trazer um novo sentido, como por exemplo, a vontade de formar uma família, a qual ela faria parte. Talvez, essa interferência tenha custado a felicidade futura deles, ou não, só o tempo dirá, mas de toda forma, qualquer tipo de preconceito é aviltante e abominável, como por exemplo, a mãe de Sofia poderia ter esse mesmo preconceito em relação a Diogo, pois todos sabemos que ele já foi viciado em drogas. Sofia não pode ser tratada com discriminação por ser mãe solteira, devemos à ela respeito, compreensão e solidariedade... isso já é uma causa global, que envolve todas as mulheres do mundo...




A essa mãe e mulher guerreira, forte, valente, exatamente como todas as mulheres que o Reallytando já apoiou, enviamos uma corrente de luz e força e que mais essa rejeição se transforme em alicerce para seu sustento e sua força interior e como uma leoa, uma predadora por excelência, acarinhe e proteja sua cria e que ela jamais possa ser impedimento para sua ascenção e sim sua lanterna para subir mais e mais os degraus da prosperidade! Que em algum lugar surja seu príncipe e a pegue pelo braço e desfrute ao seu lado toda felicidade que ela merece... E que ao olhar para trás se desnude das mágoas e da dor e siga e vá e vôe e flutue porque ela merece isso e muito mais, esse é o galardão da grande guerreira ...


sábado, 9 de novembro de 2013

Homofobia!

HOMOFOBIA... O QUE É ISSO?

 
 

A questão é delicada, polêmica, mas como tenho sido muito questionada a me posicionar sobre o assunto e não sou mulher de me esquivar, estou colocando minha opinião...
O que vem a ser exatamente homofobia? bem, na minha opinião é qualquer manifestação de repugnância, ódio e preconceito à homossexuais, é quando, mesmo não sendo homossexual, existe a clara intenção de humilhar, maltratar e discriminar. Não sou homossexual e não sou homofóbica, aceito perfeitamente a opção sexual de quem quer que seja e não me esquivo de ninguém, mas não levanto bandeira e não defendo uma pessoa por ela ser homossexual. Acho que antes de sua opção sexual, existe o ser humano, a conduta, o caráter e acho que as pessoas, por falta de esclarecimento, confundem tudo. Eu sou hétero, gosto de homem e sou capaz de defender uma homossexual com unhas e dentes, como defendi Angelis, mas não por ela ser homossexual, mas pelo direito que ela tem por sua opção e para que haja respeito a isso, mas não vou aqui, fazer média com ninguém, eu não sou e não quero ser homossexual, minha praia é o sexo oposto... Entendo que todos temos o direito de gostar de coisas diferentes, essa é a diversidade do mundo, é o que faz a água do mar ter movimento, o ar e o fogo... Eu, no meu entendimento, no meu sentir, entendo que polos diferentes se atraem, entendo que o homem foi feito para a mulher e vice versa, a física e a química estão ai para provar essa teoria, positivo com positivo não rola, assim como negativo com negativo, fomos gerados e criados para o sexo oposto, para procriar e sentir prazer e a procriação foi citada apenas para esclarecer que a natureza conspira com minha teoria, pois é evidente que homossexuais devem ter prazer, senão não teria sentido e acho justo. Dei minha opinião muito particular, mas aceito a de todos, graças a Deus, sou livre das amarras do preconceito, mas não abro mão de ser também respeitada em minha opinião.



O que está havendo é uma grande confusão em relação a homofobia, pois ser homofóbico é ser radical, até porque conheço muitos homofóbicos que batem no peito e ainda não definiram sua identidade sexual e isso vem a ser uma causa cultural de milênios de anos, séculos... uma causa de  católicos, protestantes, judeus, muçulmanos e fundamentalistas ortodóxicos radicais. Homofobia é como o racismo, repugnante, um antissemitismo e uma forma de intolerância inadmissível.
Querem um exemplo? Assistimos a Record sendo homofóbica com Angelis e por que? Porque discriminou e excluiu e foi nojento a gente presenciar...E eu quero nunca mais ter que ligar minha TV na Record. A Angelis, por exemplo, é muito mais do que uma homossexual, é antes disso, um ser humano maravilhoso, corajosa, limpa, bom caráter e sua condição sexual é apenas uma consequência e uma particularidade que não deve ser nem exaltada e tampouco discriminada, apenas é. Tem gente que gosta do azul e outras do vermelho, outras do preto... Ninguém é obrigado a ser homossexual para ser aceito e tampouco hétero, basta se respeitar mutuamente e conviver com as escolhas e diferenças...
Quem quiser me julgar que me julgue, não estou nem ai, sou hétero, porque essa foi a condição que a natureza me ofereceu e estou muito satisfeita com ela, porque eu, particularmente gosto muito de homem. Vamos parar com essa paranoia de achar que por uma pessoa não ser gay e não gostar disso ela é homofóbica, tem gente que gosta do amarelo e outras do verde, qual é o problema? Vamos lutar sim para que haja respeito aos homossexuais, mas também aos não simpatizantes, acho justo, desde que ambos se respeitem e não saiam de seu quadrado.
Gente, tudo na vida é mão dupla, o racismo por exemplo, como o tema também está no foco, as pessoas se atropelam e confundem as posturas... Eu já vi um negro chamar uma mulher de branca azeda, ok foi engraçado, mas não seria isso também um preconceito? Não seria ela enquadrada se o chamasse de preto? De crioulo? Por que ele pode chama-la de uma forma desrespeitosa de branca azeda e o mundo diz amém? Assim como a lei Maria da Penha que protege as mulheres espancadas e os homens como chama a lei que apoia-os quando eles apanham de suas mulheres? Existe essa lei? Vamos deixar a hipocrisia de lado e ser coerentes antes de tudo com nós mesmos, isso sim faria nosso mundo muito melhor!
 
 

AGRADECIMENTOS:

Contribuição e composição visual do blog anabiavaz@gmail.com