Páginas

segunda-feira, 23 de março de 2015

QUE DECEPÇÃO POETA... ONDE ESTÁ SUA SENSIBILIDADE E SUA TÃO PROCLAMADA ÉTICA?
 
 
Incrível como as pessoas se deixam enfeitiçar e se entregam a esse devaneio, deixando de lado o legado de uma grande amizade. Foi o que Adrilles, infelizmente fez com sua fiel e valente escudeira, Marisa... A abandonou a própria sorte e deixou o vento a levar, ali, onde tinha o salva vidas para ela, negou e salvou Fernando, deixando sua confidente e leal amiga  afundar na imensidão do mar, a sua própria sorte... Mas nem tudo está perdido, pode ser que ela se salve, basta a consciência das pessoas fazer um balanço rápido e claro de toda sua brilhante trajetória, naquele ninho insuportável de cobras e conchavos... Destemida, inteligente sensível e parceira de seus amigos, Marisa ficou no "resta um", ela pensava que restavam dois, mas foi deixada na mão e agora navega só, ela e nós e nós, temos a obrigação moral de ajuda-la... Nessas horas é que vemos a falta que Marco faz... O poeta, aquele que ela entregou seu coração e suas esperanças fez sua escolha e ela foi radical, escolheu Fernando, esqueceu da sua companheira, que muitas vezes aqueceu sua solidão e lhe deu colo, quase como uma mãe, dividindo suas angustias, dores e dúvidas.
 
A cumplicidade acabou Marisa, mas com você, mesmo que não saiba tem milhares de pessoas e eu, particularmente, torço com todas as minhas forças para que suba no pódio e levante o troféu de sua mais que merecida vitória...

2 comentários:

Zenobia Collares Moreira disse...

Belo texto. Disse tudo quanto eu gostaria de dizer, mas estou ainda engasgada, com uma raiva da peste, com vontade de entrar na casa do BBB e torcer o percoço dos canalhinhas que armaram este paredão.
Sua querida Mel é uma fofurinha. Um abração amigo e fraternao de Eva

Andrea Morais disse...

Filho de Mariza acabou de falar que o prefeito da cidade de César botou um ponto de internet na praça para a população votar em quem for contra César.
E que ninguém vai conseguir competir, é muita gente votando.
Realmente, César nasceu para ser político mesmo. Uma pena.

AGRADECIMENTOS:

Contribuição e composição visual do blog anabiavaz@gmail.com